CPCJ – Porquê a fita azul?
CPCJ
Facebook68Twitter0Google+0

A Campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) nasceu em 1989, quando Bonnie W. Finney, uma avó atenta e preocupada, amarrou uma fita azul à antena do seu carro. A trágica história de maus tratos aos seus netos levou Bonnie a alertar a comunidade para este problema da sociedade atual, muitas vezes camuflado no seio familiar. O conceito baseou-se então em “fazer com que as pessoas se questionassem”. E porquê azul? A cor azul foi especialmente escolhida como constante lembrança aos corpos espancados e nódoas negras resultantes das agressões.

A CPCJ (Comissão de Proteção de Crianças e Jovens) de Santa Maria da Feira respondeu ao apelo nacional e internacional de erradicação dos abusos infantis. Milhares de pessoas por todo o mundo têm usado e partilhado este laço azul, criando um laço infinitamente maior de promoção e ajuda contra esta violenta realidade.

A CPCJ está a distribuir cerca de 5000 fitas azuis por todo o concelho, com o objetivo de divulgar e sensibilizar a comunidade feirense para os maus tratos em crianças e jovens. A ideia é, em sintonia com a avó Bonnie, levar as pessoas a questionarem-se quando virem uma fita azul na antena do seu carro.

A Mai Magazine responde também a este apelo e convida-te a entrar neste laço de solidariedade. Agora já sabes o que significa a fita azul: só tens que fazer com que outros se perguntem “Porquê a fita azul?”.

Texto – Sílvia Oliveira
silviaoliveira@maimagazine.net

**Este texto foi escrito de acordo com as novas regras ortográficas**

Facebook68Twitter0Google+0
Esta entrada foi publicada em Outros. Guardar nos favoritos o link permanente. Tanto os comentários como os trackbacks estão encerrados.